Você sabe quais são as diferenças entre moda sustentável e moda consciente?! Muitas pessoas costumam assimilar as duas como sinônimos, porém elas possuem suas diferenças e nós vamos mostra-las a vocês! Moda Consciente consiste em um estilo de consumo literalmente consciente, preocupando-se não apenas em comprar novas peças, mas também na reutilização, uso durante sua vida útil, usos posteriores através de técnicas de otimização e descarte correto de cada peça. Consumo consciente consiste também em se preocupar com suas peças, a qualidade, os impactos ambientais e uma produção desacelerada. Afinal, entre 2000 e 2015, a produção do vestuário praticamente dobrou e isso se dá devido ao fenômeno chamado fast fashion que se trata de uma produção em massa, trazendo novidades baratas a cada semana através da exploração da mão de obra em países de terceiro mundo. Esse é um dos bons motivos para parar e pensar em consumir mais consciente! Agora, moda sustentável já se trata da preocupação com os próprios produtos e de reduzir impactos ambientais na produção das peças, por exemplo: - Reutilização da água utilizada na produção; - Reaproveitamento de retalhos e outros tecidos; - Reutilização para produção de peças reutilizadas, etc. Outro ponto importante da moda sustentável é o uso de fibras naturais, biodegradáveis, redução de plástico, mas é claro que, o consumidor tem papel importantíssimo optando por peças mais sustentáveis e, assim, ajudando nessa mudança importante! Como ser mais consciente no mundo da moda? Primeiro passo é pensar duas vezes antes de comprar, pois um dos intuitos do consumo consciente é não consumir por impulso e sim pensar no real valor da peça para você e qual será sua utilidade, chegando à conclusão de que vale mesmo a pena. Pergunte-se quantas vezes você usaria aquela peça, e se a resposta for menos que 20 ou 30 vezes, talvez a compra não valha a pena. Além de questionar sua necessidade sobre o produto que deseja, outro ponto importante é dar preferência para peças feitas com tecido que não agridem o meio ambiente, por exemplo, ou optar pela compra em brechós, onde você pode achar verdadeiras preciosidades, se divertir e descobrir um estilo único e diferente. Além disso, outros métodos de customização e reuso das peças deixam tudo novo e diferente pra você arrasar do seu jeitinho! E agora, com a facilidade do mundo digital, você encontra brechós online, lojas que praticam upcycling e possuem peças incríveis, sites com marcas autorais e preocupadas com essas questões, etc. São inúmeras possibilidades e informações encontradas na internet e nas redes sociais, por isso, pesquise, busque saber mais, consuma consciente e salve o meio ambiente! :)
20/08/2019
Você sabia que a indústria da moda é a segunda que mais polui no mundo?! Para a produção de uma peça de roupa, os impactos ambientais são muito maiores do que se pode imaginar. Por exemplo, para criar um quilo de algodão são gastos 30.000 litros de água e para criar uma camisa de algodão são mais 2.700 litros! Aquele jeans que amamos, que vai com tudo é uma das peças mais poluentes do vestuário, utilizando de grandes quantidades de água, energia e corantes químicos com alto risco à saúde e ao meio ambiente. Além disso, temos a emissão de carbono na produção e a cada lavagem. O poliéster, fibra sintética a base de plástico, além de ser poluente desde sua produção, leva quase 200 anos para se decompor e seu descarte incorreto pode causar impactos ambientais absurdos. Tudo isso polui mares, rios, lagos, o ar e, isso sem contar na morte dos animais, desmatamento, etc. A conscientização para o consumo é necessária para que nosso planeta não seja cada vez mais prejudicado e para a saúde da sociedade, que fica prejudicada com tantos impactos ambientais, mudanças climáticas repentinas, desmatamento, etc. Se conscientizar para a forma como consumimos é fazer bem para nós mesmos, pararmos de criar necessidade de sempre ter mais e consumir mais sem necessidade, apenas por desejo impulsivo. Consumir consciente não significa não consumir, significa consumir menos, peças de qualidade e versáteis, que casem com seu guarda roupas e que faça você se sentir livre para ser você mesmo, descobrir seu estilo e depois modificar suas peças, utilizando de técnicas de customização, upcycling ou até passando pra frente, doando, ou vendendo para um brechó onde outra pessoa irá consumir sem causar novos impactos. Esse ciclo para o consumo consciente garante que cada um faça sua parte para um mundo melhor!
08/08/2019
Assine nossa Newsletter
© Copyright 2019 | Slow + - Todos os direitos reservados