Você sabia que a indústria da moda é a segunda que mais polui no mundo?! Para a produção de uma peça de roupa, os impactos ambientais são muito maiores do que se pode imaginar. Por exemplo, para criar um quilo de algodão são gastos 30.000 litros de água e para criar uma camisa de algodão são mais 2.700 litros! Aquele jeans que amamos, que vai com tudo é uma das peças mais poluentes do vestuário, utilizando de grandes quantidades de água, energia e corantes químicos com alto risco à saúde e ao meio ambiente. Além disso, temos a emissão de carbono na produção e a cada lavagem. O poliéster, fibra sintética a base de plástico, além de ser poluente desde sua produção, leva quase 200 anos para se decompor e seu descarte incorreto pode causar impactos ambientais absurdos. Tudo isso polui mares, rios, lagos, o ar e, isso sem contar na morte dos animais, desmatamento, etc. A conscientização para o consumo é necessária para que nosso planeta não seja cada vez mais prejudicado e para a saúde da sociedade, que fica prejudicada com tantos impactos ambientais, mudanças climáticas repentinas, desmatamento, etc. Se conscientizar para a forma como consumimos é fazer bem para nós mesmos, pararmos de criar necessidade de sempre ter mais e consumir mais sem necessidade, apenas por desejo impulsivo. Consumir consciente não significa não consumir, significa consumir menos, peças de qualidade e versáteis, que casem com seu guarda roupas e que faça você se sentir livre para ser você mesmo, descobrir seu estilo e depois modificar suas peças, utilizando de técnicas de customização, upcycling ou até passando pra frente, doando, ou vendendo para um brechó onde outra pessoa irá consumir sem causar novos impactos. Esse ciclo para o consumo consciente garante que cada um faça sua parte para um mundo melhor!
08/08/2019
Essa história de apocalipse e fim do mundo pegando fogo, etc. Não ta com nada. O que é real é que o fim do mundo está prestes a ser causado por nós mesmos, seres humanos. Ontem 19/07/2019 o ser humano esgotou todos os recursos naturais do planeta para o ano todo, e essa data se adiantou neste ano. O planeta tem um limite de recursos para ser utilizado, recursos que são capazes de se regenerar com o tempo e mantermos um ciclo saudável, porém estamos consumindo muito mais do que a terra é capaz de regenerar. De acordo com a especialista Renata Camargo do WWF – Brasil explica que a antecipação dessa data é reflexo, entre outras coisas, do aumento desenfreado do consumo e da pegada do carbono. Estamos aumentando a emissão de combustíveis fósseis e isso está causando uma sobrecarga enorme no planeta Terra! 60% do impacto ambiental se dá pela emissão de carbono do ser humano, e isso está encurtando o tempo de vida da Terra. Reflexo disso são as consequências na natureza com chuvas excessivas, entre outros desequilíbrios naturais, além da escassez de alimentos que não paramos para prestar atenção. Estudos indicam que seguindo esse modo de consumo, em 2030 precisaríamos de 2 planetas para dar conta das catástrofes que o ser humano causa ecologicamente. É preocupante, não é?! Nunca é tarde para começar a pensar e fazer sua parte para mudar o mundo, pense sobre sua forma de consumo e o que você pode fazer para continuar consumindo sem causar tantos impactos ambientais! A indústria da moda, por exemplo, é a segunda indústria que mais causa impactos ambientais, utilizando recursos que chocam qualquer um. Consumir de forma consciente essa indústria já reduz muitos impactos ambientais. Compre de marcas que sejam autorais e trabalham com conceitos sustentáveis. Existem marcas que fazem sua produção apenas sob a venda do produto, assim reduzindo os impactos de uma produção em grande escala. Consumir peças garimpadas, reutilizadas ou fazer uso de técnicas como upcycling podem mudar o mundo! Que tal começar a pensar e consumir de forma consciente, pois infelizmente, não temos uma Terra a mais disponível para explorar!
30/07/2019
Assine nossa Newsletter
© Copyright 2019 | Slow + - Todos os direitos reservados